31 de out de 2013

Love Grim | 5 |


Justin p.o.v

-Droga cara como você pode ser tão descuidado? -Ryan falou indignado comigo, por ter deixado Bianca ver minha mão
- Eu já disse, ela iria saber de qualquer jeito, ela é insistente você sabe disso. -eu falei
- Claro que eu sei, ela nunca muda. -ele falou
- Mais dessa vez ela mudou, ela não é totalmente a mesma, ela está mais curiosa, mais bondosa, carinhosa, meiga, ela não ta que nem antes, fria, irritante.
- Bondosa? Meiga? - Chris que até então estava quieto observando tudo perguntou.
- Isso, vocês tem que ver com os próprios olhos de vocês. -falei sorrindo
- Pois eu não acredito que ela esteja assim, ela nunca foi desse jeito - Chris disse
- Eu tenho que concordar com o Chris -Ryan falou sentando na cama
- Ela pode estar tramando alguma, sabe como ela sempre foi, controladora, não sei como você se apaixona por ela. Ela sempre foi má. -Chris disse
- Meu erro sempre foi amar ela 
- Mais me diz, no que ela mudou? Você só disse algumas coisas. - Ryan perguntou, ele estava curioso
- Bom. Ainda continua curiosa e insistente, e essas coisas que eu disse, ela parece uma pessoa mais leve agora, não é mais o que ela era antes. - respondi
- Isso tá estranho - Chris desconfiado disse
- Eu vi ela falando com o Jace, já vi ela falando com ele duas vezes - Ryan falou
- Eu vi também, mais o que isso tem haver? -perguntei
- Tem haver que Jace é um perigo, como sempre foi - respondeu Chris
- E eu sei, mais quer saber? Ele ainda não veio falar nada desde aquele tempo, então, pode estar tudo diferente agora. E eu vou dar uma volta para esfriar a cabeça. -falei me levantando da cama e indo até a porta.
- Só não esbarra na Bianca e cometa outra burrada -Ryan falou antes de eu fechar a porta atrás de mim.

Sai daquele corredor, e fui para o lado de fora da escola, argh! e Bianca estava lá conversando com Elena e Amanda, pensei que Amanda não gostasse dela, assim que ela me viu, eu desviei o olhar dela e olhei para Amanda que estava me olhando, fiz um sinal para ela que entendeu e falou algo para as meninas e veio em minha direção. 
Ela passou reto, para Bianca que estava me olhando não perceber que eu era amigo dela, depois de uns dois minutos, fui em direção de Amanda que estava no ginásio.

- Pensei que não gostava dela. -falei para ela
- Mais ela está diferente agora Justin, você precisa ver.
- Eu sei, eu me encontrei com ela hoje atrás da escola. -falei
- Espera, então você viu ela com o Jace? - ela perguntou
- O que ela estava fazendo com o Jace? - perguntei, só em pensar ela com ele me dava raiva, vontade de soca-lo 
- Eu não sei, ele mandou um bilhete para ela, estava na porta hoje mais cedo 
- Eu mandei um bilhete para ela amanda. 
- Então por que ela disse que foi Jace? - ela perguntou
- Eu não sei, talvez por que você tem mania de fazer interrogatórios? e ela não queria responde-los?
- Você está certo -riu- Eu tenho essa mania mesmo, mais por que você me chamou aqui?
- Por uma coisa simples.
- O que? -perguntou?
- Quero que você me mantenha informado sobre Bianca -respondi
- Pensei que você queria distância dela 
- Acontece que você sabe, simplesmente eu não consigo, mais então o que me diz?
- Sou sua melhor amiga, pode contar comigo - ela falou sorrindo

Bianca p.o.v

- Tudo bem, me fala como é esse internato, reformatório, escola ou sei lá o que vocês chamam? - Ana falou do outro lado da linha- e quero uma explicação do por que você não ter me ligado quando chegou nessa escola, arrumou uma nova melhor amiga? Já está me traindo cachorra.

Era incrível como a Ana conseguia me deixar tranquila, eu estava tentando esquecer o ocorrido de hoje de tarde, mais estava difícil, então pensei em usar os 20 minutos dessa semana para falar com Ana, ela poderia me entender, se é que eu contaria a ela, por que com certeza ela me chamaria de louca.

- Desculpa, é que aqui é permitido uma ligação de 20 minutos por semana, e eles tiraram meu celular -respondi
- óh eu não acredito Bi, como você está? Me fala, ai é legal?
- É sim Ana, mais não é nada comparado que ai, aqui me sinto presa, já ai não.
- eu sei como e, sentimos sua falta aqui também. Mais quero saber de uma coisa, escola nova, boys novos, como são os garotos, bonitos? lindos? gostosos? 

E naquele exato momento pensei em dizer para ela sobre Justin e Jace, Argh! Eu me sentia a pior amiga, por não estar contando sobre os boys para sua melhor amiga, acontece que o que eu iria falar.
Ah tem dois garotos, os dois são lindos e misteriosos, Justin e Jace, já contei que Justin se machuca e em menos de um minuto cicatriza?
Isso não faz sentindo. 
Acontece que eu nem sabia o por que de pensar em Jace ser um garoto misterioso, só que ele era diferente, e isso o tornava misterioso. Então eu optei por falar algo menos estranho.

- Ah bem, nenhum me interessou -falei
- Ah qual é, Bianca Keller, tem que ter garotos bonitos.
- Tem, mais eu não me interessei por nenhum Ana.

Ouvi alguém bater na porta, não era amanda por que se fosse ela, entraria direto sem bater, então poderia ser Elena.

- Hei Ana espera tem gente batendo na porta - afastei o telefone- Entra -gritei para que Elena estrasse.

Mais quem entrou não era Elena. Era Jace.

- Jace? 
- Hei Bi. Vejo que você está no telefone, vou esperar aqui, depois falo com você.
- Tudo bem

Coloquei o telefone no ouvido e pude ouvir o pi-pi-pi merda o tempo deveria ter acabado, olhei em baixo do telefone e o cronometro marcava 00:00, Ahh, não teve nem tempo de nos despedirmos. 

- o tempo acabou -falei para Jace - o que você queria mesmo?
- Quero que você venha comigo fazer um piquenique 
- Piquenique? A essa hora?
- Não, amanhã de manhã.
- Mais tem aula amanhã de manhã  -falei para ele
- É bom quebrar as regras as vezes -ele andou até a porta e a abriu- e outra que a aula de matemática é sempre chata, tchau Bianca - fechou e a porta  e foi em bora.

--------------------------------------------------
Desculpa, desculpa e desculpa  por não ter postado
É que tive que estudar para prova, mais o que acharam desse capitulo, Justin misterioso como sempre u-u
Próximo capitulo vocês vão amar o Jace. 

Respondendo:
Stephanie Estevam: kkkkk, minha mãe sempre diz isso, kkkk, e eu não vou contar, hahaahaha, espero que tenha gostado desse capitulo em, justin ta sempre guardando segredo hummmmm, mais vou dar uma dica, ele não é apenas o que vocês estão pensando ótimo falei demais u-u Continuei flor

Letícia Ramos: hahahah, eu também acho, ele é muito mais muito bipolar caralho, e a Bianca não da uma moral nele, do tipo sei lá '-' kkk continuei flor

Bru R.: hahhah flor, tenho que deixar vocÊs curiosa se não,não é mistério kkkkkkk, espero que tenha gostado continuei

Tayná Gonçalves: Eu to vendo que você se mijou de tanto rir kkkkkkkkkkk, mais cara, isso é verdade, não é para rir '-', a coitada gosta de ser virgem kkkk '-' NÃO SEI  LALALALA NÃO SEI LALALA KKKKK, TALVEZ SIM, TALVEZ NÃO, KKKKKKKKK  continuei flor

Joana Margarida: continuei fllloooor

Espero que tenham gostado ok? 
ah meus amores eu não vou fazer muita narração com o Justin por que se não fica muito na cara o que ele é ok?
Xoxo:* @sohumabelieber <3

28 de out de 2013

Love Grim | 4 |


Bianca p.o.v

- Alguém deixou isso em baixo da porta - amanda falou assim que eu sai do banheiro, depois de ter acabado de tomar um belo banho, para relaxar e esquecer o ocorrido na biblioteca ontem -sabe de quem é? 

Era um envelope, poderia ser da diretoria, Elena ou até mesmo Jace, mais o que faria Jace me mandar um envelope? Não podia ser ele. Peguei o papel de sua mão sem nem me importar em responder, estava mais curiosa para saber quem havia mandado aquilo. Abri-o apressadamente e meus olhos percorreram pelo que estava escrito 

"Me encontre hoje depois das aula, a tarde, atrás da escola, não se atrase
- JB"
JB. Justin, ele queria falar comigo? Ou melhor se encontrar comigo, atrás da escola? O que ele queria? Essa era uma das poucas perguntas que rondavam na minha cabeça, ergui e minha cabeça e Amanda estava me encarando, querendo saber quem havia me mandado aquilo. Merda. Se eu falasse que foi Justin, com certeza ela ira querer uma explicação, e o que eu iria dizer? Aposto que ele quer se desculpar sobre ser rude ontem. E pelo o que eu conheço, ela com certeza iria querer saber desde onde eu aonde com o Bieber. então optei por algo que não sei como seria a reação dela.

- Apenas Jace querendo me encontrar depois das aulas 

Vi Amanda revirar os olhos e ir em direção sua comoda e pegar sua mochila que estava em cima da mesma.

- Você vem para o café da manhã? - ela perguntou abrindo a porta
- Ah, vou só irei arrumar meu cabelo e pegar minha mochila, vejo vocês lá.
- Tudo bem - respondeu por fim e saiu pela porta.

Guardei o bilhete no bolso e penteei meu cabelo, fui em direção a minha mochila, peguei a mesma e fui-me para a cantina aonde Elena e Amanda já deveriam estar me esperando 

***

Depois do café, Elena, Amanda e eu já se estávamos na sala de aula, com a professora Vera de ciências, ela passava algumas coisas no quadro, e eu apenas pensava o que realmente Justin queria. O por que de ele querer falar comigo, justo quando ele não foi amigável comigo na biblioteca.

- Entendeu Srta. Keller? - A prof. chamou minha atenção
- Ah desculpa, eu não estava prestando a atenção, desculpa.
- Você pede desculpa demais - ela falou- pois então, vou repetir a pergunta, para você como é as características de um cara perfeito?

Assim como Justin  - pensei 

- Eu não sei, nunca parei para pensar nisso, mais sem querer ser rude, o que isso tem haver com ciências? -perguntei com medo de sua resposta
- Ah, estava esperando você perguntar isso, bem digamos que você encontrou o cara perfeito, se casaram e são felizes, vocês não irão querer reproduzir, ou seja, ter filhos? Então é isso, estamos trabalhando sobre reprodução, e para isso quero saber as características do cara perfeito para você.
- Uh... É bem, eu nunca pensei nisso na verdade 
- Ok, então pense rápido, vou passar a perguntar a outro colega. -ela saiu de frente de mim e foi para frente de Justin- Sr. Bieber? Para você como é as características de uma garota perfeita?
- Para mim, bom, ela tem que ser bonita, analiso-a para ver se está afim também de mim, e por fim com certeza perigosa. -Justin falou com aquela voz doce. Merda. Eu não era nada disso.
- Perigosa sr Bieber? Queira explicar.
- Digamos que um pouco de perigo num romance sempre é bom. -ele falou
- ótimo. Próxima pergunta. Srta Smith -parou em frente a cadeira de Amanda 
- Lindo, gostoso e fofo - ela respondeu

Quando a professora ia me chamar para responder sua pergunta, o sinal tocou, aleluia eu estava salva. Me levantei guardei meus materiais, e as meninas vieram me encontrar.

- O que era aquilo? Para mim aquilo não era nenhum tipo de aula de ciências - Elena falou assim que a professora saiu da sala -Parecia até que ela estava nos empurrando para ficar com algum garoto da nossa turma
- Ela é louca -Amanda falou e riu - Agora vamos almoçar, que uma manhã inteira com a professora Vera não é legal, chega dar fome.

Rimos e fomos na cantina, pegamos nossos almoço e nos sentamos, na mesa a frente de Justin, que era a única vazia, ultimamente as mesas só ficam vazia em volta do Justin. E ainda fui obrigada a sentar na frente das meninas aonde eu tinha visão de Justin, comendo e se divertindo com seus dois amigos.

- Mais então o que está rolando entre você e o Jace Bianca? -Amanda perguntou
- Como assim entre ela e aquele idiota? - Elena perguntou
- Ele deixou um bilhete para ela hoje na porta do nosso quarto 
- Ah não ta rolando nada, agente somos apenas amigos, e vocês por que não gostam dele? -perguntei mudando de assunto
- Por que ele é convencido e idiota demais, simplesmente meu santo não bate com o dele -elena falou
- Problemas no passado -amanda falou

Queria perguntar qual problema mais seria ser metida demais, Argh! por que quase todo mundo nessa escola guardava um segredo? Ou até mesmo quase todo mundo era misterioso, Justin, Amanda, os amigos dele que se não me engano se chamavam, Chris e Ryan. Jace, sim até mesmo ele.

***

Depois da aula de geografia e matemática já era tarde e eu me encontrava do lado de fora da escola, indo ao meu encontro com o garoto que supostamente me atraia de alguma maneira. As pessoas em minha volta foram sumindo conforme eu me aproximava para trás da escola, ninguém ia para trás da escola, ninguém. 
Quando eu cheguei, Justin já estava lá, com o mesmo visual de sempre, todo de preto, mais sempre lindo. Ele estava sentado no banco mais assim que me viu se levantou e veio até mim.

-Pensei que você não iria vir. -ele disse sorrindo
- Eu vim, Não sei por que mais eu vim -eu disse 
- Vem comigo - ele pegou no meu pulso e uma onda de choque passou pelo meu corpo.
- para aonde?
- Você vai ver.

Ele me puxou, sem me machucar até uma trilha que eu não tinha reparado, uma trilha no meio do mato, a trilha não era tão grande, quando chegamos eu vi um lago ele era lindo, a água bem azul, mais eu queria saber o motivo de ele ter me trazido aqui.

- Vem, vamos nadar, eu sei que você gosta -ele disse tirando os tenes e as meias e já entrando na água de roupa e tudo.
- Como você sabe que eu gosto? - perguntei
- todo mundo gosta

Tirei minha sapatilha e coloquei os pés dentro da água estava gelada, muito gelada, mais mesmo assim eu ignorei, e entrei, só não queria tomar um resfriado.

- Vamos nadar. Você sempre gostou de nadar.
- O que? Como você sabe? - eu perguntei perplexa, ele parecia que já me conhecia de algum lugar.
- Vamos nadar.

Me ignorou e começou a nadar, eu o acompanhei ainda com medo, como ele sabia que eu sempre gostava de nadar, isso era estranho assim como ontem na biblioteca, ele era estranho e ao mesmo  tempo sexy.
Depois de um 5 minutos nadando, paramos e sentamos numa rocha que tinha no meio do lado para descansar.

- Por me chamou aqui? Não me diga que foi apenas para nadar -perguntei
- E não foi, só queria me aproximar um pouco mais de você.

Se aproximar de mim? Meu coração falhou algum momento, por que tive que soltar o ar que me faltava. Ele gostava de mim?

- Por que? -perguntei sem mostrar estranheza na minha pergunta
- Por que acho que fui muito rude com você na biblioteca

Ótimo. ele só tava se desculpando. 

- Tudo bem, acho que já vou indo, Amanda e Elena devem estar sentindo minha falta. -falei dando uma desculpa, queria ficar sozinha.
- Ok -ele falou se levantando.

Me levantei também e assim que ele levantou, eu me desequilibrei naquela rocha que estava cheia de limo, e escorreguei caindo em cima de mim, olhei para sua mão, ele tinha arranhado, e parecia ser profundo, estava sangrando bastante. Me levantei e ele também

- Hei, sua mão - no mesmo instante ele fechou, mas poderia ser profundo.- Deixa eu ver, foi profundo? -peguei sua mão, mais ele não queria abrir de jeito nenhum
- Não foi nada Bianca, eu já vou indo.
- Espera -consegui abrir sua mão e me apavorei, havia um machucado ali, e era profundo, como agora não tinha nada -cade? O seu machucado, ele não ta mais aqui, como?
- Eu não me machuquei Bianca, você está vendo coisas.
- Eu sei o que eu Vi Justin.
- Então fique com o que você viu Bianca, por que eu não vou dar explicações, agora eu já vou indo -ele pulou na água e nadou até a bera, pegou sua meia e o tênis e colocou. 

E foi em bora.

Ele se machucou e não levou nem 1 minuto para não ter mais nada ali. Eu não estou louca a ponto de ter uma alucinação de que Justin havia se machucado, eu sei muito bem o que eu vi. 

E quanto mais eu me aproximo dele. Mais certeza eu tenho de que devo me afastar. Mais não consigo, eu estou atraída a ele de um forma que nem mudando de escola conseguiria suportar a distância.

--------------------------------------------
Hei meus bebês, tudo bem? Espero que sim 
Como eu disse, não postei ontem, tive que sair.
Cara to viciando em postar essa IB, simplesmente não quero que ela acabe, eu to viciada em escrever ela.
Eu acho que é por que é baseado no meu livro preferido hahaha
O que acharam de Justin e Bianca? 
Respondendo:

Tayná Gonçalves: Awnn eu sei que to deixando muitoooooo curiosa, mais vai ter que aguentar até o capitulo 10 por ai, até descobrir o que ele é, mais cara ele já deixando suas pistas u-u. owwn flor thank you, o.o eu jurei que você não tava gostando mesmo, ainda bem que você ta amando, só não estrupa minha Ib, ela é virgem ainda kkkkkkkkkkkkkkk, continuei flor, se acalme kkkkk, >< beijooooos

Letícia Ramos: hahahah, são mesmo, misteriosos eu amo isso cara, amo mistério, e eu não vou contar, por que eu souuuu muiiiiiiitoooo má, mais posso dar uma dica, Leia toda Ib e vc saberá u-u , ai cara to muito retardada hoje '-', ok flor thanks e contiiinueiii

Stephanie Estevam: kkkkkkkkkkkkkk, é muito normal e eu sei que você riu, sendo que eu pedi para não rir, cara isso é trágico, e eu sou muito dramática minha mãe disse que eu posso participar de filmes de drama, to até pensando nisso. kkkkkkkkkkkkkkkkkk, Não, não mesmo, eu não vou contar o que ele é por que perde a graça u-u, mais vocês vão gostar eu acho kkkkkkkk, cara eu to amando demais escrever essa IB, e espero que vcs estão amando ler u-u beijooos

Joana Margarida: hahahha, isso é bom, curiosidade sempre é muito bom, continuei flor, obg mesmo ><

Bru R.: Awnn thanks flor espero que teja gostando mesmo, continuei ><

OK , PRECISO DA AJUDA DE VOCÊS.
Qual nome pode ser o casal Justin + Bianca?

To sem criatividade, ontem eu tinha pensado num mais deu amnésia na minha cabeça e me esqueci kkkkkkkkkkk sério sou muito idiota, espero que vocês tenham gostado desse capitulo
Beijooos
Xoxo:* @sohumabelieber

26 de out de 2013

Love Grim | 3 |


Bianca p.o.v
Eu tinha quase toda a certeza que estava atraída de alguma maneira a Justin.
Eu só queria a prova.
Quando chegamos a frente a porta escura com um grande 18 pintado de branco na frente, ouvi a Elena suspirar, Amanda levou sua a mão a maçaneta e girou, abrindo a porta e nos dando a vista de uma festinha particular dentro daquele quarto a música era de um volume correto que não chamasse a atenção das câmeras dos corredores,nem mesmo alguém que estivesse passando e não tinha sido convidado, naquele quarto tinha umas 20 pessoas emboladas, algumas dançando, algumas bebendo bebidas que eu não faço ideia de onde Jace tirou, e outras conversando e rindo. Entramos no quarto e Amanda fechou a porta.
E lá no canto eu o observei, ele estava sentado na cama, conversando com seus amigos que também estavam sentados na cama tomando uma bebida, e quando ele me olhou, senti um frio na barriga, um mal pressentimento de que não era para mim estar ali.
- Ai estão vocês, pensei que não viriam -Jace falou e parou ao meu lado - Está linda Bianca 
Só que eu não corei, na verdade eu já estava começando a me acostumar com ele me elogiando, mesmo eu não merecendo a maioria de seus elogios, eu não estava tão bonita assim, muito menos linda, estava com um jeans, e uma blusa que caia no meu ombro, e o meu velho e companheiro All star. Definitivamente não estava nem perto de bonita. Vi as gurias se afastarem e irem em direção a "pista de dança".
- Que tal uma bebida? -Jace perguntou, assenti e ele me guiou até sua comoda que hoje era o bar. - O que vai querer?
- Refrigerante, não bebo bebida alcoólica 
- Tudo bem -ele disse me dando o copo que tinha coca-cola- O que está achando da festa?
- Legal, apertada mais legal. -eu falei sorrindo
- Acontece que eu não me deram um quarto grande -ele disse rindo- bem que eu queria.
E Aquele mal pressentimento veio de novo, mais ele não veio como a primeira vez, ele veio com mais força como se eu estivesse levado um soco no estômago, sem Jace perceber que eu estava mal, tentei falar sem demonstrar o quão estranha eu estava.
- Eu vou ali fora e já volto.
- Quer que eu vá com você? -ele perguntou
- Não -quase gritei- eu vou...é no meu quarto,, isso no meu quarto, preciso pegar uma coisa -falei tentando não embrulhar as palavras- já volto
Falei por fim e entreguei a bebida a ele que me encarou sem entender nada, é claro como alguém entenderia alguém louca como eu? Era por esse o motivo de eu estar aqui. Por que eu sou louca.
Quando eu sai daquele quarto, o mal pressentimento já havia passado e por um momento eu pensei em voltar para o quarto e me divertir com as meninas, mais eu não tinha mais a mínima vontade de me divertir. Caminhei por aquele corredor procurando por algo que me intertece e tirasse o grande tédio que estava se acumulando em mim.
Eu já não estava mais na área masculina dos dormitórios, estava em outro corredor aonde se encontravam as salas de aulas, e lá no fundo eu avistei a biblioteca, não havia entrado na mesma, seria bom encontrar um livro e ler até que viesse o sono. Entrei na biblioteca e avistei a bibliotecária, uma senhora de aparência de 45 anos, na mesa dela tinha uma pequena plaquinha escrita srta. Eva. 
- Ah! Como vai querida? -ela perguntou com um sorriso gentil no rosto
- É... Estou bem, eu vim para pegar um livro, para ver se o sono vem -respondi
- tudo bem querida, mais eu ia sair para fazer um lanche, se importa se ficar aqui até eu voltar? 
- Não claro que não, pode ir srta. Eva
- Por favor, apenas Eva, daqui a pouco eu volto -assenti, e ela saiu
Ótimo! só eu nessa imensa biblioteca sozinha - pensei
Meus dedos deslizavam na estante a procura de algum livro de romance, mais o que eu achei foi completamente diferente.
Justin ele estava lá no canto. Me observando. E quando nossos olhos se encontraram, eu tentei desviar, mais foi inevitável, ele sabia como prender uma garota em apenas um olhar.
- Você não sabe mentir Bianca, digo, a desculpa que deu para Jace foi bem ruim. -ele falou
Eu não falei nada, apenas fiquei o observando, como ele sabia que eu tinha mentido para sair da festa? 
- O que está fazendo aqui? -sua voz era doce, que mesmo com a pergunta rude, me fez arrepiar.
- Eu... Eu estou procurando um livro -falei como se fosse meio óbvio
- Você nunca.... Você gosta de ler? -ele falou mudando o percurso de sua palavras.
- Você nunca? -perguntei curiosa, foi como se ele me conhecesse
- Nada, iria falar uma coisa sem sentido. Mais você ão respondeu minha pergunta 
- Sim, eu gosto de ler, me faz sair da realidade um pouco, me faz esquecer o fato de que estou em um reformatório para ser ajudada a controlar as minha própria vida. - eu falei, e por que eu estou falando isso a ele mesmo? 
- Por que você está aqui? Quero dizer, todo mundo ta aqui por um motivo 
- Problemas no passado -bem que eu queria falar o por que de eu estar ali, mais o que eu estou pensando, sempre que eu o vi era de longe, estou tendo minha primeira conversar com um garoto que me chama atenção, e já quero falar meus problemas como se fossemos melhores amigos? - E você por que esta aqui? -perguntei curiosa
Ele se aproximou mais de mim e ficou alguns centímetros de distância de mim. 
- simplesmente não posso contar, não te conheço o bastante e não te interessa -ele falou por fim, se virou e saiu pela porta.
Não te interessa, me interessa sim no momento em que eu percebi que estou de alguma maneira atraída por você.
Agora três coisas eu já tinha certeza.
Justin era um grosso.
Eu estava curiosa para saber o por que de Justin estar aqui.
E eu estava sim, atraída por ele, mesmo não querendo, eu estava.
-------------------------------------------------------
Oooi sei que o capitulo está pequeno de novo, mais pelo menos eu postei u-u
Há vocês viram? Justin conversou com Bianca e foi um pouco rude e grosso não é mesmo?E eu to loca para falar o que o Justin é, mais ficaria sem graça então....NÃO VOU CONTAR.
Mais então o que acharam desse capitulo? Eu espero que vocês tenha gostado, haha, ah eu to louca para postar a parte em que ele fala para ela que é o que é '-', tipo vocês odiar a atitude da Bianca, e eu to deixando vocês curiosa né? vou parar de escrever u-u, se não vocês  são capaz de me matarem, hahaha 
Olha fiz uma capa nova: O que acharam?
Eu amei sinceramente, sem querer ser convencida u-u, espero que tenham gostado também.

Respondendo: 
Stephanie Estevam: Awnn thanks floor, obg mesmo, ah você ta rindo Rum', ah tipo, foi uma coisa normal eu tava dormindo e me virei e PLUFT cai da cama, cara minhas costa tavão doendo muito ontem tava a ponto de ir no médio MENTIRA kkkkkkk, mais é normal vai dizer que você nunca caiu da cama? :/, é horrível não tente fazer isso, kkkk continuei flor espero que tenha gostado desse capitulo
Amanda Scaramella: HAH continuei sim flor e obg mesmo, é muito importante para mim.
Letícia Ramos: Awnn thanks flor, E EU NÃO SEI, não sei se é anjo ou qualquer coisa do tipo u-u, na verdade eu sei mais não vou contar por que sou má. :p me ame u-u ok continuei flor hahah
Joana Margarida: continuei flor espero que tenha gostado desse, e obg pelo comentário
Tayná Gonçalves: Não sei, não sei, não sei u-u, to brincando eu sei sim só que eu não conto nem você me pagando u-u kkkkk, é uma surpresa, verdade eu também nunca vi uma IB com Justin lobisomem e confesso que seria interessante sim u-u, espero que tenha gostado flor.
-------------------------------------------
Ah meus amores, não sei se vou postar amanhã. 
Por que? Por que é domingo e acho que vou sair, mais eu vou ver se consigo postar de noite para deixar vocês felizes e vocês não ficarem super curiosa que eu sei que vocês estão 
Beijoooooooos eu amo vocês <33
Divulguem o blog please? É muito importante para mim <3
Xoxo" @sohumabelieber

25 de out de 2013

Love Grim | 2 |


Bianca p.o.v
Na manhã seguinte, eu estava na sala de aula com Elena e mais o casal que se beijavam na tarde anterior que estavam do outro lado, Logo os alunos começaram a chegar e uma garota com cabelos lisos e preto começou a se aproximar de mim e de Elena.
- Oi Elena e...? - ela disse
- Bianca -respondi
- Ah prazer bianca, meu nome é Amanda, acho que sou sua nova colega de quarto -ela falou sorrindo.
Antes que eu respondesse um garoto extremamente lindo, se aproximou de nós.
- Garotas que bom ver vocês -falou abraçando Elena e Amanda
- Oi -elas responderam em coro sem muita animação
- E você? Posso saber o seu nome? -ele desfez o abraço e se sentou do meu lado 
- Hei eu estava ai Jace -Elena falou indignada 
- Se acalma Elena, quero apenas dar boas vindas -ele disse e voltou olhar para mim, esperando minha resposta.
- Bianca, Bianca Keller -eu disse
- Prazer Bianca, sou Jace Briel -ele sorriu
- Já se apresentou? Agora vaza -foi a vez de Amanda ficar indignada
Era óbvio que elas não gostavam deles, mais eu queria saber o por que, ele era atencioso, fofo e....Lindo.
- Tudo bem, vejo você mais tarde Bianca -pegou minha mão beijou
Corei. Ele deu uma piscadinha e se foi se sentando com um garoto que eu nem fiz questão de olhar muito, as gurias me olharam e Elena revirou olhos, dei de ombros e antes que eu pudesse perguntar o por que de elas não gostarem dele, a porta foi aberta e dela, entrou os dois garotos que estavam com Justin na tarde de ontem, e logo Justin entrou e me observou mais não foi como tarde passada, logo ele desviou o olhar e sentaram nas cadeiras vagas que ali no meio tinha. Eu fazia de tudo para não olhar para trás e olhar diretamente para aqueles olhos cor de mel, e por salvação o professor de história chegou na sala me impedindo de olhar para trás.
- Bom dia turma, hoje falarei sobre um livro que eu encontrei na biblioteca é sobre história, mais uma história que aconteceu aqui a dois séculos atrás. - ele disse sorrindo e mexendo na sua bolça a procura de alguma coisa.
O professor de história era bonito, bem conservado, deveria ter uns 32 anos, não que ele tivesse me chamado a atenção não mesmo, mais ele não me parecia ser qualquer professor, ele era estranho, bom qualquer um nessa sala é estranho, até mesmo Amanda que estava sentada na minha frente e Elena que estava do meu lado.
- Achei - o professor exclamou sorrindo e mostrando um livro de tamanho médio- Então, pronto para escutar a história? 
Um coro de sim foi falado na sala fazendo o professor de história sorrir e começar a falar sobre o livro e a história.
- Bom... essa história é divertida e ao mesmo tempo assustadora.... -parei de ouvir assim que um papel foi colocado na mesinha, olhei para Elena que fazia movimento com a cabeça para mim ler o papel.
O que está achando? Chato? entediante? Ainda ficamos aqui até o almoço, mais ainda bem que o professor é um gato.
Ri fraco com aquele bilhetinho, Elena tinha uma quedinha pelo professor? Isso era tão louco, decidi que iria responder o bilhete.
Ele parece ser legal, não me manda mais bilhete,  história é minha matéria preferida então quero prestar atenção
Empurrei o bilhete para Elena que ao ler revirou os olhos e voltou a prestar atenção na aula.
- Vocês sabiam que há dois séculos essa escola era para jovens sobrenaturais? E naquele tempo ninguém chamava de escola e sim reformatório, aonde eles eram "reformados" -disse fazendo aspas com a mão- bruxas aprendiam a controlar seus poderes, vampiros controlar sua sede, lobisomem a acostumar se transformar toda lua cheia, mais logo depois começou a existir duas novas espécies de seres sobrenaturais
- E quais seriam professor? -eu perguntei fazendo todo mundo olhar para mim, eu estava curiosa.
- Híbridos e anjos caidos  - ele falou fazendo todo mundo olhar para ele
- Híbridos? -foi a vez de Amanda perguntar
- sim, Híbridos são metade lobisomem e metade vampiro 
- Que nem aquela série de televisão? - olhei para quem havia dito e foi um dos amigos de Justin.
- isso mesmo Ryan - o professor falou sorrindo- mais outro dia eu falo mais sobre isso, vamos começar o conteúdo da prova, anotem ai 1° e 2° guerra mundial.
Olhei para minha mesa e mais um bilhete de Elena.
Mais duas horas de puro sofrimento. 
***
A aula do professor Ian nem eram tão horríveis assim, Elena que amava um drama, na hora do almoço, eu, Amanda e Elena fomos em direção a cantina para nos servir, lá na mesa pude observar Justin e seus amigos, conversando e rindo, depois de termos no servido optemos por sentar na mesa ao lado de Justin, infelizmente era única vazia, não era exatamente ao lado, tinha alguns metros de distância, começamos a comer e conversar, mais eu senti alguns olhares sobre mim, olhei em volta, ninguém estava me observando, mais quando eu olhei para o lado Justin estava, e nossos olhos se encontraram, mais graças ao Jace que chegou na nossa mesa pude desviar o olhar.
- Hei Bianca - ele puxou uma cadeira vazia para se sentar do meu lado
- Oi - eu disse timidamente, por ele ter "flertado" comigo só num olhar e num ato.
- Vim aqui para fazer um convite, garotas hoje terá uma festa no meu quarto, topam?
- Isso foi um convite? -elena perguntou
- Eu vou -Amanda disse- mesmo não gostando de você, e vocês gurias?
- Eu também -respondi e pude ver o sorrido de Jace
- Ta eu vou também -Elena respondeu 
- Espero vocês então meninas, -falou dando um beijo na minha bochecha o que me fez corar. E saindo
As gurias me olharam e reviraram os olhos, ri sem humor.
Jace Briel amava me fazer corar. Eu aceitei ir nessa festa por apenas um motivo:
Justin com certeza estaria lá
---------------------------------------------
Ooi amores, tudo bem? O que acharam do segundo capitulo? Eu sei que ta pequeno mais to com uma PUTA dor nas costas, eu cai da cama '-' não riem, isso acontece com todo mundo '-'
Mais isso não me impediu de vir aqui e postar para vocês hahaha
Awwn vocês são tão fofas que da vontade de abraçar, eu fiquei feliz por ter 4 comentários no capitulo 1, espero receber mais.
Hei, vocês poderiam divulgar o blog? Algumas leitoras se afastaram :(

Respondendo ( clique em leia mais para ler as respostas)

24 de out de 2013

Love Grim | 1 |


Bianca p.o.v
O portão do internato de San Francisco era algo tão antigo, que me fazia me lembrar de algumas fotos que eu vi das escolas do século passado, eu não queria entender o por que de meus pais terem me colocado ali, mais era ai que a realidade vinha a tona, eu merecia isso, o meu passado não era um dos melhores, nem mesmo o melhor, era definitivamente o pior, eu merecia estar ali mais do que qualquer outra pessoa. 
Quando cheguei no patio aonde a diretora já se arrumava para falar como funcionava as regras, eu me juntei com os alunos que ali estavam, e agradeci mentalmente por ser começo de ano, assim ninguém iria olhar e comentar sobre a novata, ou seja, eu.
- Bom dia alunos, gostaria de pedir silêncio a vocês. -no mesmo instante que ela falou todos os alunos que alguns segundos estavam conversando ficaram quietos- primeiramente  queria dar boas vindas aos alunos novos que recebemos esse ano, e deixar bem claro que se algum de vocês tem que tomar remédios, passem na enfermaria, segundo, não façam nenhuma besteira por que tem câmeras no corredores e aqui fora.
- Nem beijar? -um aluno deixou escapar arrancando alguma risadinhas de alguns.
-Se vocês tem namorados, tudo bem vocês podem beijar não queremos que vocês nos odeiem ainda mais, mas nada de segunda intenções. E a terceira e última regra nada de celulares.  - a diretora falou sorrindo
- O que? -dessa vez foi minha vez de processar, nada de celulares, como assim? 
- Algum problema senhorita Keller? - perguntou, e alguns curiosos me fitaram
- Não, desculpa diretora -falei abaixando a cabeça envergonhada
- Vocês podem colocar seus celulares nessa caixa aqui -ela falou apontando para uma caixa que do lado da mesma se encontrava uma mulher - a governanta irá cuidar deles. Vamos podem coloca-los ali.
Ninguém havia falado sobre não ficar com seus celulares, eu estava detestando isso, como eu iria falar com meus pais? Como eu iria falar com minha melhor amiga? Eu não estava gostando nenhum pouquinho desse internato de San Francisco, meu novo reformatório para ser mais exata. Quando chegou minha vez de entregar meu celular eu estremeci um pouco, eu não queria largar a única coisa que podia me manter informada sobre as coisas lá fora.
- Não se preocupe querida, nos quartos tem um telefone que permite uma ligação de 20 minutos por semana -a governanta falou sorrindo, pelo menos ela era simpática.
Larguei meu celular mesmo não gostando da ideia de ter apenas 20 minutos por semana para falar com Emely e meus pais. Depois que todos largaram o celular e voltaram a atenção a diretora, ela falou:
- Formem agora uma fila de novo para pegarem seus horários e o número do dormitórios de vocês.
Assim como ela pediu, fizemos a fila e a governanta deu nossos horários e o número de meu dormitório, eu já estava curiosa para saber quem seria minha colega de quarto. Logo quando todos já estavam com seus horários e números de dormitórios e diretora deu permissão para sairmos e aproveitar a nossa última tarde de folga. Uma garota com olhos verdes e cabelos lisos com as pontas onduladas veio em minha direção.
- Olá -disse sorrindo- meu nome é Elena -estendeu a mão-
- Oi -eu falei timidamente e apertando sua mão- meu nome é Bianca
- Nova aqui não é mesmo? -assenti- Vem, vamos ao seu dormitório guardar essas coisas e depois irei te apresentar a escola. 
- Tudo bem -falei- mais cade suas coisas? -perguntei assim que vi que ela não estava com suas malas e mochilas
- Ah eu passei as férias aqui, não quis ir para casa, e estão no meu dormitório -ela falou sorrindo e puxando meu braço em direção a área que parecia ser os dormitórios
- Aquele corredor é a área dos meninos, e esse a das garotas -falou apontando
- Poucos alunos estudam aqui? -perguntei curiosa, mesmo sendo dois corredores, meninos e meninas, aparentava ter 20 quartos para cada lado, ou seja, não tinha muitos alunos aqui.
- Sim, apenas o segundo e o terceiro ano estudam aqui, cada turma tem uns 20 alunos -ela disse como se fosse normal, eu me assustei, na escola aonde eu estudava, 20 alunos numa turma era pouco.
- Ual -eu disse
- Chegamos, seu dormitório é o número seis não é mesmo? -assenti- Bom coloca suas malas ai depois você arruma na sua comoda
Entrei no meu quarto, para ser mais exata e minha colega de quarto -se é que eu tinha uma-, não se encontrava, então apenas coloquei as malas do lado da cama que eu escolhi -que era exatamente igual a outra- e fui ao encontro de Elena que me esperava na porta.
- Acho que sua colega de quarto não chegou -ela disse
- Pois é, sabe quem é ela? -perguntei
- Eu acho que será a Amanda, ela dormia ano passado ai, e bem agora está no terceiro ano assim como nós, acho que não trocaram ela de dormitório.
- Ela é legal? 
- É sim, bem legal -ela sorriu- agora vamos conhecer a escola -falou encaixando seu braço no meu e me direcionando para fora da área dos dormitórios.
***
O internato era realmente grande, Elena havia me mostrado as salas de aula que só tinha quatro, por motivos de poucos alunos, a cantina que realmente era grande, e agora ela estava me puxando para o lado de fora do internato, o lado 'livre' como ela mesmo diz.
A frente do internato era aonde os alunos gostavam de se sentar, cada um com seu grupo, para conversar. Os alunos realmente eram poucos, ali naquele gramado eu consegui contar apenas 20, e como Elena dizia eram apenas 40, e mais os funcionários que deveriam ser uns 10.
Um casal que estava encostado na árvore, se beijavam como se não tivesse ninguém por perto, logo um pouco na frente havia um grupo de garotas, que conversavam e riam alto, por um momento senti inveja delas, parecia que elas não tinham feito nada no passado para estar aqui, parecia que estavam aqui por que queriam.
- Não observe muito -elena sussurrou no meu ouvido
- Por que?
- Eles não gostam. 
Eu olhei para frente um trio de garotos chegavam no Gramado, um garoto - o do meio- ele era realmente lindo, com seus olhos cor de mel, sua boca rosada, seus cabelos bronzeado, o trio se encostou no muro, mais ele estava mais afastado, mais ainda conversava com seus amigos, Eles riam como se estivessem realmente felizes, e acredite, estavam. A roupa do garoto que chamou minha atenção, era diferente de qualquer um ali, ele usava apenas preto, calças pretas, tênis preto, uma jaqueta de coro preta, tudo preto.
- Ah.... Aquele é Justin Bieber -Elena explicou, vendo que meus olhos não desgrudavam dele- estuda com nós, e vai por mim ele é um garoto estranho, mais posso ver que alguém ta caidinha por ele.
- Am? Não, só me chamou atenção, por que ele ta todo de preto, está diferente -falei timidamente
- Como eu disse, garoto estranho
Eu olhei mais uma vez, e num segundo ele estava conversando com seus amigos e no outro olhou em minha direção, quando nossos olhos se encontraram meu corpo estremeceu, queria não olhar em direção a ele, mais meus olhos não desgrudavam dos dele. Aqueles olhos.... era como se me entendesse, e por um minuto eu não me vi no internato, eu me vi ao seu lado feliz..... algo que eu não era a muito tempo.
--------------------------------------------------
Hey amores <33 primeiro capitulo postado como prometido hahah, como vocês tão? Cara eu pensei que ninguém iria comentar na sinopse, mais teve 3 comentários e eu estou realmente muito feliz, ahhh vocês são tão fofas, obrigada por me entenderem ok? Mais então o que acharão desse capitulo? Espero que gostem, vou começar a escrever o capitulo três por que o dois já está pronto. 
Respondendo: ( para ler as resposta clique em leia mais )