20 de jun de 2014

Cities of vampires | Capitulo 2 |


Amanda Keller p.o.v
No meio da noite eu acordei sentindo gotas de água caindo sobre meu corpo, e quando abri meus olhos eu não estava no meu quarto, estava em uma floresta, as árvores mal podiam ser enxergadas de tão escuro que estava, me levantei daquela grama molhada e começei a caminhar, tentando achar uma saída, parei ao me sentir observada, e quando olhei para trás vários olhos vermelhos me encaravam. Não como aqueles que eu vi semana passada. Esses  olhos eram um vermelho mais escuro. Por instinto eu corri, e quando olhei para trás eles não estavam mais ali, voltando a olhar para frente os vi ali mais perto. E quando eu vi as presas daquele homem eu tive a certeza.... todos eles eram vampiros.
- Que belezura esta aqui não é mesmo André? - o homem que havia mostrado suas presas disse.
- Com certeza Itor, só de imaginar seu sangue, me deixa com desejo. -o outro homem que suponho ser o André falou.
Estremeci. Eu não tinha para aonde fugir. Fechei meus olhos na esperança de ser um pesadelo. Mais tive a certeza de que não era no instante em que eu os abri. Eles ainda estavam ali.... mais próximos.
- Não quero reparti - Itor falou sorrindo, o que me deu um embrulho no estômago
- Ora Itor, não seja mal com seu amigo aqui, eu amo sangue novos, ainda mais de garotinha inocente. - falou se aproximando e passando a mão nos meus cabelos. Engoli em seco. 
- LARGUEM ELA - uma voz rouca e atraente ecoou atrás de mim. Logo os olhos vermelhos dos vampiros que estavam ali na minha frente olharam para pessoa atrás de mim, e se afastaram. Não ousei olhar para trás. Eu estava com medo.
- Vossa alteza - itor falou e então todos se curvaram- achamos essa garota aqui. Pensamos que poderíamos nos alimentar dela. 
- Pois não podem -senti aquela voz rouca apenas se aproxima. Merda, eu estava cheia de vampiros em minha volta- Ela é minha propriedade, apenas a deixei tomar um ar. 
O que? Minha propriedade? A minha vontade nesse momento foi me virar e dar um murro na cara dele. Mais o que fiz foi bem ao contrário. Apenas fiquei em silêncio, e parada, Só piscando meus olhos. E respirando é claro.
- Desculpa, Vossa alteza. Nos da licença? -pergunto o andré se afastando.
- Podem ir, e não me matam muitas pessoas, já matamos muito esse mês.
- Sim senhor -responderam, e correram rápido, assim como nos filmes. Restando apenas eu e esse senhor da realeza pelo que eu entendi.
- Você está bem? - ele perguntou e eu assenti com medo. Droga, eu era uma medrosa.
 Ele ainda não estava na minha frente, não pensando nas consequências, corri, corri o maximo que pude até chegar numa rua, não numa rua. Era uma aldeia. Uma aldeia no meio da floresta. As luzes eram antigas, muito antiga, tinha por todo lado, agora eu podia enxergar tudo em volta. Mais o meu medo volto ao ver que naquela aldeia não moravam humanos e sim vampiros.
- Bem vinda a cidade dos vampiros. - aquela voz rouca e atraente que me salvou a poucos minutos atrás me fez virar-me imediatamente. 
E eu fiquei o olhando por alguns segundos até organizar tudo na minha cabeça, era um vampiro jovem, atraente -assim como a voz-, cabelos dourados, olhos castanhos, pele branquinha, boca rosada. Um vampiro que deveria ter uns 19 anos na idade humana. Um vampiro lindo. Me despertei do transe, e tentei entender o que ele disse.
- Cidade dos vampiros? -eu perguntei
- Sim, venha vou te mostrar -falou
- Espera, em primeiro lugar eu não entro ai, tem vários vampiros, e em segundo eu quero votar para minha casa, minha cama, minha familia, e minha melhor amiga. - apesar de ter parecido uma patricinha falando desse jeito, era verdade eu queria minha vida de volta.
- Aonde você mora? - ele perguntou bufando
- San francisco
- San francisco? Não existem nenhuma cidade com esse nome - ele falou
- É claro que existe. Na califórnia sabe?
- Califórnia? Você é algum tipo de ET?
- Como é que é? ET? você é louco? - perguntei indignada
- Eu não sou louco, mais já você eu não sei.
- Olha aqui abusadinho eu não sou louca, estou te perguntando aonde se encontra San francisco se você é burro e não sabe, com licença que eu acho sozinha. - falei brava me esquecendo completamente que eu havia chamado um vampiro de abusado e burro. Comecei a caminhar indo em direção da floresta, com certeza tinha outro caminho que dava para cidade. Logo o garoto parou em minha frente fazendo eu parar também.
- Você não vai a lugar nenhum. -Ele falou me pegando pelo braço.
- Quem disse que eu não vou? - perguntei tentando tirar meu braço de suas mãos o que não aconteceu. Ele era mais forte.
- Eu disse. você não vai querer encontrar um vampiro faminto na floresta né? -ele perguntou sorrindo. seu sorriso era lindo.
- Tudo bem. Amanhã eu vou em bora. Mais eu não quero passar por esse vampiros.
- Se acalma eles pensam que você é minha propriedade. - ele disse largando me puxando para a aldeia
- Sua propiedade? Em pleno século 21? Eu estou aceitando o fato de você estar ficando louco.
Ele riu alto. 
- Século 21? Da onde você tirou isso? Estamos no século 14, você por acaso teve algum tipo de amnésia? -falou parando no meio do caminho
- Eu não tive amnésia, mais espera século 14? Eu dormi no século 21 -falei parando ao seu lado
- Ok, isso realmente é estranho, você pode estar ficando doente mental.
- Você tem certeza que é um vampiro? -perguntei 
- Sim por que? 
- Por que você parece mais um idiota
- Você tem a sorte de eu não ser mal -ele disse e sorriu.
- Ontem eu dormi, e acordei na floresta, pensei que era um sonho mais não era -falei ignorando o que ele disse, eu não estava ficando louca.
- Primeiro, qual é o seu nome -ele disse 
- Amanda e o seu? -eu perguntei
- Justin Bieber, agora eu sei quem pode te ajudar.
- Quem? -perguntei
- Madame Smith 

-----------------------------------------
Continua | 3 comentários
-----------------------------------------
Oii gente, eu  não queria pedir comentários, mais ta tendo bastante visualizações e poucos comentários, obrigado as divas que estão comentando *-*
Respondendo:
Joana Margarida: Continuei flor ^^ espero que goste <3
Lara Santos: Que bom que gostou amore ^^ Continuei <3
Mirela Gaspar: Continuei, espero que goste flor <3 
-----------------------------------------------------
Espero que gostem desse capitulo, quanto mais rápido vocês comentarem mais rápido eu irei postar ok? Beijos amo muito vocês <3

4 comentários:

Hey amores cada comentário seu é importante para mim, com o seu comentário posso saber o que precisa melhorar na Fan fic, comentem é muito importante para mim <3